PESQUISE A BIBLIOTECA DO NOTICIÁRIO-EVANGÉLICO

Wednesday, September 9, 2009

Portugal: Saramago questiona Deus em seu novo livro

Depois de padecer de uma grave enfermidade respiratória que quase lhe custou a vida, o escritor português José Saramago comprova ter recuperado o fôlego e a disposição para a polêmica. Em outubro, ele lança seu novo romance, Caim, em que redime o personagem bíblico do assassinato do irmão Abel e credita a Deus a autoria intelectual do crime, ao depreciar o sacrifício que Caim Lhe havia oferecido. "Deus não é confiável. Que diabo de Deus é esse que, para enaltecer Abel, despreza Caim?", comentou Saramago, em entrevista divulgada ontem pela agência espanhola de notícias EFE.

O escritor respondeu às questões por e-mail da ilha de Lanzarote, onde encerra as férias de verão, preparando-se para voltar a Lisboa. Lá, no fim de outubro, o livro deverá ser lançado, segundo o editor português Zeferino Coelho, confirmando ainda que Caim vai ser apresentado antes na Feira Internacional do Livro de Frankfurt, que ocorre entre 14 e 18 do mesmo mês - depois, chegará também à Espanha e ao Brasil.

Ateu confesso, Saramago já havia provocado uma enorme polêmica com a comunidade católica ao lançar, em 1991, O Evangelho Segundo Jesus Cristo (editado no Brasil, assim como toda a obra do autor, pela Companhia das Letras). Ali, conta a história do filho de Deus sob uma ótica mais terrena, anticlerical, humanizando Cristo ao evidenciar seu caráter frágil e vulnerável, além de insinuar uma relação com Maria Madalena.

“O filho de José e Maria nasceu como todos os filhos dos homens, sujo do sangue de sua mãe, viscoso das suas mucosidades e sofrendo em silêncio. Chorou porque o fizeram chorar, e chorará por esse mesmo e único motivo", diz um trecho do livro, que também ressalta o caráter punitivo de Deus: "Dizer um anjo que não é anjo de perdões, ou nada significa, ou significa demasiado, vamos por hipótese, que é anjo das condenações, é como se exclamasse Perdoar, eu, que ideia estúpida, eu não perdoo, castigo.”

A reação foi imediata e violenta. Em Portugal, o então subsecretário de Estado adjunto da Cultura, Sousa Lara, vetou o livro de uma lista de romances portugueses candidatos a um prêmio literário europeu. A medida foi apoiada pelo primeiro-ministro do momento, Aníbal Cavaco Silva, alegando que o escritor não representava o pensamento da maioria dos portugueses. Revoltado, Saramago decidiu deixar o país e se estabelecer em Lanzarote, onde ainda mantém residência fixa.

A fogueira voltou a arder em 1998, quando Saramago foi eleito pela Academia Sueca como vencedor do Prêmio Nobel de Literatura. A decisão foi atacada pelo Vaticano, que condenou a oferenda a "um comunista com visão antirreligiosa do mundo", segundo noticiou na época o diário oficial do Vaticano L?Osservatore Romano. O escritor retrucou no mesmo tom. "Em vez de opinar sobre literatura, tema sobre o qual não entende, o Vaticano deveria se preocupar com os esqueletos que tem guardados no armário", comentou. "Só podia se esperar isso desta Igreja que em toda a História vem se metendo onde não é chamada e opinando sobre coisas que não tem capacidade de compreender."

Apesar de retomar o mesmo estilo feroz e iconoclasta, Saramago não teme ser novamente crucificado ao lançar Caim. "Certamente haverá vozes contrárias, mas o espetáculo será menos interessante", disse ele à EFE. "O Deus dos cristãos não é Jeová. Além disso, os católicos não leem o Antigo Testamento. Caso os judeus se manifestem, não serei surpreendido. Já estou habituado.”

Sobre o assunto, aliás, Saramago confessou não entender os motivos que levam os judeus a transformar o Antigo Testamento em seu livro sagrado. "Trata-se de uma enxurrada de absurdos que apenas um homem não seria capaz de inventar. Foram necessárias gerações e gerações para produzir esse texto.”

O escritor também não considera esse livro seu particular e definitivo ajuste de contas com Deus - "até porque as contas com Deus não são definitivas, e sim com os homens, que O criaram", afirmou. "Deus, demônio, o bem, o mal, tudo está em nossa cabeça e não no céu ou no inferno, que também foram inventados pelo homem. Não nos damos conta que, ao inventar Deus, imediatamente nos tornamos Seus escravos.”

Perguntado se o risco de morte pelo qual passou no ano passado o teria feito pensar em Deus, Saramago foi enfático. "Como venho assumindo que Deus não existe, não teria motivos para chamá-Lo durante minha gravíssima enfermidade. Mas, caso eu O chamasse e se Ele aparecesse, o que eu poderia pedir? Que me prolongasse a vida?" Se há méritos, segundo o autor, devem ser divididos entre os médicos, sua mulher Pilar e seu excelente coração - resistente, apesar da idade. "O resto é literatura. E da pior qualidade.”

A ideia da trama de Caim surgiu há alguns anos, mas Saramago conta que a história só começou a tomar forma em dezembro do ano passado. A partir daí, foram necessários apenas quatro meses para o livro nascer. "Fui tomado por uma espécie de transe", relembra. "Isso nunca tinha me acontecido antes; ao menos, não com tal intensidade."

Fonte: Estadão
___________________________________________________________________________________________________

COMENTÁRIO BÍBLICO: Parece que nem mesmo o fato de ter a saúde abalada e chegar aos portões da morte teve o poder de colocar juízo e temor no coração do escritor ateu. No plano espiritual o ilustre escritor precisa muito da libertação que Jesus oferece a toda a humanidade. Tanto que ele mesmo afirma que a "idéia da trama de Caim" surgiu após ter sido "...tomado por uma espécie de transe". Se Jesus estivesse ali, expulsaria o espírito que o inspirou a escrever contra a Palavra de Deus. Esse "transe" sinaliza a presença de uma entidade maligna, . Seus livros são fruto da inspiração do eterno adversário de Deus e Jesus Cristo e seus ensinos são parte da operação do erro que levará multidões à condenação eterna. Mas Deus que é paciente, espera o arrependimento dos que - como ele - se alinham com as hostes da maldade e, inconscientemente, compõem a nação anticristã que é governada e dirigida pelo príncipe das trevas e caminha para o abismo.

"O que é a operação do erro? (http://culturaevangelica.blogspot.com/2009/09/sentenca-profetica-de-apocalipse-18.html )
A operação do erro está profetizada em 2º Tessalonicenses 2:7-11 e trata da permissão dada por Deus para que um falso sistema religioso trabalhe no mundo com o objetivo de arrebanhar todos quantos não concordam com a Palavra de Deus. Seu líder espiritual é o diabo, o futuro Governante Mundial, biblicamente chamado "o anticristo". Esse falso sistema religioso tem cumprido à risca as ordens de seu mestre e perseguido a Igreja Noiva de Cristo desde o princípio do Evangelho e através dos séculos até os nossos dias. O único que trabalha a favor da Igreja de Cristo para conservá-la em segurança é o Espírito Santo. É Ele quem garante a nossa integridade física, espiritual e doutrinária contra os ataques da operação do erro.

"Pois o mistério da iniqüidade já opera; somente há um que agora o detém até que seja posto fora (o Espírito Santo); e então será revelado esse iníquo, a quem o Senhor Jesus matará como o sopro de sua boca e destruirá com a manifestação da sua vinda; esse iníquo cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás com todo o poder e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para serem salvos. E por isso Deus lhes envia a operação do erro, para que creiam na mentira; para que sejam julgados todos os que não creram na verdade, antes tiveram prazer na injustiça." - 2º Tessalonicenses 2:7-11

A injustiça praticada contra o povo de Deus será punida e o falso sistema religioso denominado "operação do erro" destruído no fim dos dias. E todos quantos não amaram as verdades bíblicas serão reputados por nada e entregues à Grande Tribulação. É a recompensa pelo desprezo demonstrado contra Deus e contra a Bíblia Sagrada."

10+ do Mês no Noticiário Evangélico

Posts Comentados Evangélicos no Mundo Israel Igreja Perseguida evangelização Nacionais Pastores Homossexualismo Evangelho no Mundo Testemunhos Boletim de Ocorrências Evangelismo Islamismo Lançamentos Fim dos Tempos intolerância religiosa contribuição evangélica Fim do Mundo Conflito árabe-israelense Oriente Médio Tempo do Fim muçulmanos Apocalipse Desempenho Evangélico leis apostasia Notícias de Israel Islã Fim dos Dias Eventos anticristo homofobia UniãoNet Bancada Evangelica Homofobia X Liberdade de Expressão TRIBUNAIS Política Fim da Igreja Convertidos Conversões Crimes Heresias Tragédias Arrebatamento Ciência Falsas Doutrinas Falsas Religiões Lei Anti-Homofobia sinais dos tempos Arqueologia Ateísmo Filme Grande Tribulação Ciência e Tecnologia Gospel Music Tribulação Direito de Israel ecumenismo Catolicismo PLC 122/06 Acidentes Degradação Moral Restauração de Israel conversão Bíblia X Apostasia Alerta Bíblico Doutrina ICAR IURD Jerusalém Perversão das Leis Casamento Desvarios das Leis Kit Gay Abominações Governo Mundial ONU Terrorismo Discriminação Educação Sexual Gogue e Magogue Ocorrências Polícia Satanismo anticristos Arca de Noé Drogas Política e Religião Seitas Teologia da Prosperidade Comentários Bíblicos Evangelização em Israel Filme Evangélico Livro fé evangélica Bíblia Cartilha Homossexualizante Criacionismo Fanatismo Religioso Sexo Crise Financeira Desvio de Comportamento Ensino Religioso nas Escolas Mídias Homossexualizantes cultura evangélica curiosidades Justiça dos homens X Justiça de Deus Política versus Evangelho SEMANÁRIO EVANGÉLICOS NO MUNDO Sociedade Bíblica do Brasil - SBB Vaticano meditação bíblica 2012 Antisemitismo Doença Espiritual Ferramentas do Evangelho Kit Promiscuidade Liberdade Religiosa Liberdade da Crença Microchips Nova Ordem Mundial Pastortos Pecado Pornografia STF Santificação religiões unidas Alerta Evangélico Direitos Humanos GLS Pedofilia Profecias Maias ecumênico rainha das religiões Ambiente Idolatria Maçonaria Mordaça Gay Novidades da Informatica Terremotos Tribunais de Inquisição Acordo de Paz Arrependimento Bíblia na China Edificação Espiritual Exportando fé GLBT Habeas Corpus Lutero Nova Era ORU Operação do Erro Processo de Paz Protestante Protestantismo Qumran Softwares evangélicos curiosidades bíblicas restauração sentença divina Abaixo Assinado Agentes do Engano Arca da Aliança Arrebatômetro Calendário Judaico Disciplinando os Filhos Divórcio Evangélicos X Carnaval Judeus Messiânicos Ocultismo: Invasão Silenciosa Programa Brasil sem Homofobia Queda Espiritual Símbolos Pagãos Virgindade besta bússola dourada obra de Deus AH1N1 Adoção Anjo Caído Castidade Deísmo Diabo ECA Megaterremoto PNDH3 Pestes Prêmio Nobel da Paz STJ apóstolos
There was an error in this gadget