PESQUISE A BIBLIOTECA DO NOTICIÁRIO-EVANGÉLICO

Monday, December 6, 2010

Argentina reconhece Palestina como "Estado livre e indenpendente"

A Argentina anunciou nesta segunda-feira, após o Brasil, que ela reconhecia a Palestina como "um Estado livre e independente, dentro das fronteiras de 1967", uma decisão que Israel considerou "lamentável".

O Uruguai, parceiro dos dois pesos pesados da América do Sul, declarou, também, em seguida, que tinha a intenção de fazê-lo, em 2011.

A presidente Cristina Kirchner enviou nota a seu par palestino, Mahmoud Abbas, para comunicar a decisão: o "reconhecimento da Palestina como um Estado livre e independente no interior das fronteiras de 1967", disse nesta segunda-feira o chefe da diplomacia, Hector Timerman.

O Brasil havia tomado, na sexta-feira, uma iniciativa idêntica.

O porta-voz do ministério israelense das Relações Exteriores, Yigal Palmor, considerou que "a determinação em nada ajudará a mudar a situação entre Israel e os palestinos".

Segundo Palmor, "é uma declaração decepcionante que vai contra o espírito dos acordos entre Israel e os palestinos, e contra as negociações de paz". Disse também que, "se a Argentina quisesse fazer uma verdadeira contribuição à paz, deveria optar por outros meios, diferentes de um gesto de pura retórica".

O ministério israelense das Relações Exteriores havia igualmente expressado, no sábado, "decepção" com a iniciativa brasileira.

"Qualquer tentativa de contornar" as negociações israelense-palestinas e "qualquer decisão unilateral" não podem senão "golpear a confiança e os compromissos tomados de negociar de forma conveniente para chegar à paz", havia declarado ele.

— O governo argentino partilha com os parceiros do Mercosul, Brasil e Uruguai, (o ponto de vista) de que é chegado o momento de reconhecer a Palestina como Estado livre e independente — segundo declaração do Ministério das Relações Exteriores, lida por Timerman — Apesar dos esforços realizados, os objetivos fixados pela Conferência de paz de Madri em 1991 e os Acordos de Oslo, em 1993, não foram atingidos, o que é fonte de profunda frustração — prosseguiu.

A Argentina, onde a comunidade judaica é calculada em 220 mil membros, mostra, "através desta decisão, seu profundo interesse em ver produzir um avanço definitivo no processo de negociação que leve ao estabelecimento de uma paz 'justa e durável no Oriente Médio", disse ainda Timerman.

O embaixador palestino na Argentina, reagiu imediatamente, falando de "dia de alegria e entusiasmo".

— Reconhecer o Estado palestino é uma reação não violenta que a comunidade internacional deve ter, em resposta à expansão e à construção permanente de colônias israelenses em território palestino que põem em perigo a solução basseada em dois Estados — acrescentou.

O governo palestino "espera que outros países da região se pronunciem de forma semelhante", destacou o embaixador.

Em abril deste ano, o governo uruguaio e a Autoridade Nacional Palestina formalizaram "relações de amizade entre as partes".

Em carta publicada na sexta-feira pelo ministério brasileiro das Relações Exteriores, o presidente Luiz Inacio Lula da Silva havia informado Abbas que o Brasil reconhecia um Estado palestino com as "fronteires de 1967", isto é, nas linhas do armistício de 1949.

Durante a Guerra dos Seis Dias, em junho de 1967, Israel ocupara Jerusalém Oriental e a Cisjordânia, bem como as colinas sírias do Golan, a Faixa de Gaza e o Sinai egípcio. O Estado hebreu retirou-se do Sinai em 1982 e, da Faixa de Gaza, em 2005.
AFP
COMENTÁRIO BÍBLICO: Só podemos lamentar a notícia vinda do país vizinho, que segue o mesmo pensamento do governo brasileiro. Estamos vivenciando a mobilização mundial das nações contra o direito bíblico de Israel. Na verdade tudos esses acontecimentos estão previstos no plano divino de Apocalipse e culminará com a mobilização mundial contra os direitos do Estado de Israel. Nesse tempo é que o mundo verá, com seus próprios olhos, como Deus defenderá seu povo que, embora rebelde ao Evangelho,  será restaurado à fé em Jesus Cristo, no fim dos dias. Arrependidos  e convertidos ao Evangelho de Jesus Cristo, a nação verá a mão forte e poderosa de Deus guardá-los da ira do anticristo e das nações anticristãs no período da Grande Tribulação. A decisão argentina se alinha com a postura do governo brasileiro. Leia também nosso comentário "Governo brasileiro fere direito de Israel na Bíblia Sagrada"

NOTICIÁRIO EVANGÉLICO no Twitter Visite, conheça e acompanhe o Buzz da Cultura Evangélica e Coloque-o no seus Favoritos - Esperamos você Visite: Mensagens Bíblicas do Livro de Apocalipse, Notíciário Gospel, Bíblias Eletrônicas Free, Estudos Bíblicos

10+ do Mês no Noticiário Evangélico

Posts Comentados Evangélicos no Mundo Israel Igreja Perseguida evangelização Nacionais Pastores Homossexualismo Evangelho no Mundo Testemunhos Boletim de Ocorrências Evangelismo Islamismo Lançamentos Fim dos Tempos intolerância religiosa contribuição evangélica Fim do Mundo Conflito árabe-israelense Oriente Médio Tempo do Fim muçulmanos Apocalipse Desempenho Evangélico leis apostasia Notícias de Israel Islã Fim dos Dias Eventos anticristo homofobia UniãoNet Bancada Evangelica Homofobia X Liberdade de Expressão TRIBUNAIS Política Fim da Igreja Convertidos Conversões Crimes Heresias Tragédias Arrebatamento Ciência Falsas Doutrinas Falsas Religiões Lei Anti-Homofobia sinais dos tempos Arqueologia Ateísmo Filme Grande Tribulação Ciência e Tecnologia Gospel Music Tribulação Direito de Israel ecumenismo Catolicismo PLC 122/06 Acidentes Degradação Moral Restauração de Israel conversão Bíblia X Apostasia Alerta Bíblico Doutrina ICAR IURD Jerusalém Perversão das Leis Casamento Desvarios das Leis Kit Gay Abominações Governo Mundial ONU Terrorismo Discriminação Educação Sexual Gogue e Magogue Ocorrências Polícia Satanismo anticristos Arca de Noé Drogas Política e Religião Seitas Teologia da Prosperidade Comentários Bíblicos Evangelização em Israel Filme Evangélico Livro fé evangélica Bíblia Cartilha Homossexualizante Criacionismo Fanatismo Religioso Sexo Crise Financeira Desvio de Comportamento Ensino Religioso nas Escolas Mídias Homossexualizantes cultura evangélica curiosidades Justiça dos homens X Justiça de Deus Política versus Evangelho SEMANÁRIO EVANGÉLICOS NO MUNDO Sociedade Bíblica do Brasil - SBB Vaticano meditação bíblica 2012 Antisemitismo Doença Espiritual Ferramentas do Evangelho Kit Promiscuidade Liberdade Religiosa Liberdade da Crença Microchips Nova Ordem Mundial Pastortos Pecado Pornografia STF Santificação religiões unidas Alerta Evangélico Direitos Humanos GLS Pedofilia Profecias Maias ecumênico rainha das religiões Ambiente Idolatria Maçonaria Mordaça Gay Novidades da Informatica Terremotos Tribunais de Inquisição Acordo de Paz Arrependimento Bíblia na China Edificação Espiritual Exportando fé GLBT Habeas Corpus Lutero Nova Era ORU Operação do Erro Processo de Paz Protestante Protestantismo Qumran Softwares evangélicos curiosidades bíblicas restauração sentença divina Abaixo Assinado Agentes do Engano Arca da Aliança Arrebatômetro Calendário Judaico Disciplinando os Filhos Divórcio Evangélicos X Carnaval Judeus Messiânicos Ocultismo: Invasão Silenciosa Programa Brasil sem Homofobia Queda Espiritual Símbolos Pagãos Virgindade besta bússola dourada obra de Deus AH1N1 Adoção Anjo Caído Castidade Deísmo Diabo ECA Megaterremoto PNDH3 Pestes Prêmio Nobel da Paz STJ apóstolos
There was an error in this gadget