PESQUISE A BIBLIOTECA DO NOTICIÁRIO-EVANGÉLICO

Thursday, September 15, 2011

Cristianismo cresce rapidamente na China


É impossível dizer ao certo quantos cristãos existem hoje na China mas ninguém nega que o número cresce rapidamente.

O governo diz que são 25 milhões – 19 milhões de protestantes e seis milhões de católicos.

Fontes não oficiais dizem, no entanto, que os números oficiais são modestos demais. Entre as estimativas independentes, as mais conservadoras apontam para uma número em torno de 60 milhões.

Muitos acreditam que aos domingos haja, nas igrejas da China, mais fiéis do que em todas as igrejas europeias somadas.

Os novos cristãos podem ser encontrados em vilarejos no interior e também nas grandes cidades, onde vivem os jovens de classe média.

Em segredo

A estrutura do cristianismo chinês é complexa. Durante todo o século 20 na China, ele foi associado ao “imperialismo ocidental”.

Após a vitória dos comunistas, em 1948, missionários cristãos foram expulsos do país, mas o cristianismo continuou sendo permitido em igrejas aprovadas pelo Estado – desde que essas igrejas se mantivessem fiéis, primeiramente, ao Partido Comunista.

Para o líder Mao Tsé Tung, no entanto, religiões eram um “veneno”. Sob seu comando, a Revolução Cultural das décadas de 1960 e 1970 tentou erradicá-las.

Forçados a praticar sua religião em segredo, os cristãos chineses não apenas sobreviveram. Agora, com seus próprios mártires, os fiéis se multiplicaram em número e fervor.

Desde a década de 1980, quando crenças religiosas voltaram a ser permitidas, as igrejas oficiais vêm cavando cada vez mais espaço próprio.

Elas são subordinadas à Administração do Estado para Assuntos Religiosos. Estão proibidas de tomar parte em qualquer atividade religiosa fora dos locais designados ao culto e têm de aderir ao slogan “Ame o país – ame sua religião”.

Em troca, o Partido promove o ateísmo nas escolas mas se compromete a “proteger e respeitar a religião até o momento em que a religião por si só desapareça”.

‘Igrejas domésticas’

Tanto protestantes quanto católicos estão divididos, na China, entre igrejas oficiais e não oficiais.

A Associação Patriótica Católica, aprovada oficialmente, nomeia seus próprios bispos e não tem permissão de manter qualquer contato com o Vaticano, embora os católicos estejam autorizados a reconhecer a autoridade espiritual do papa.

Mas existe no país uma Igreja Católica extraoficial, maior, que conta com o apoio do Vaticano.

Pouco a pouco, Vaticano e governo tentam chegar a um acordo. Bispos ordenados são hoje reconhecidos por ambas as partes, nenhuma admitindo uma soberania maior da outra.

Nos últimos meses, no entanto, as autoridades voltaram a adotar uma linha mais dura, fazendo ordenações de bispos contra a vontade do Vaticano. Revidando, o Vaticano excomungou um desses bispos recém-ordenados.

Ainda assim, seria um engano descartar a igreja católica oficial.

Nas montanhas a oeste de Pequim, na cidadezinha de Ho Sanju, uma igreja católica erguida no século 14 recebe fiéis até hoje.

A fé robusta dos que frequentam a igreja, muitos deles já idosos, resistiu à invasão japonesa e à Revolução Cultural.

O hospital do vilarejo é administrado por freiras, uma delas vinda da Mongólia – onde há uma grande concentração de católicos.

É em cidadezinhas como essa que a Igreja Católica recruta jovens que receberão treinamento para a vida religiosa.

A Igreja Protestante oficial, por sua vez, cresce ainda mais rápido do que a católica.

Em uma manhã de domingo de Páscoa, no centro de Pequim, uma igreja celebrou quatro missas. Todas estavam lotadas, com mais de 1.500 fiéis.

Igrejas domésticas

Quantidades como essa, no entanto, significam pouco em comparação ao número de fiéis que frequentam as chamadas “igrejas domésticas”.

Clandestinas, essas igrejas vêm se espalhando pelo país e incomodando a igreja oficial – que teme que o fervor inspirado por essas igrejas provoque uma reação do governo chinês.

O que as autoridades consideram inaceitável é a recusa, pelas igrejas domésticas, em aceitar qualquer forma de autoridade oficial sobre elas.

O Estado teme a influência do evangelismo americano e, de fato, a liturgia de algumas das igrejas domésticas tem natureza semelhante.

Mas, em muitos outros aspectos, o movimento das igrejas domésticas parece ser, em grande parte, um fenômeno tipicamente chinês, carismático, energético e jovem.

Falando à BBC, uma jovem cristã com bom nível educacional descreveu sua igreja dessa forma: “Temos 50 jovens profissionais nesta igreja. Todos trabalham muito, não têm tempo para atividades sociais”.

“Mas na igreja as pessoas sentem um calor, se sentem bem-vindas. Elas sentem que as pessoas as amam de verdade, então querem fazer parte da comunidade, muitos vêm por isso”.

Curso de casamento

Aos poucos, o Estado vem procurando incorporar o cristianismo em sua “grande ideia” de uma “sociedade harmoniosa” – o slogan que domina a vida pública chinesa.

Mas se há uma questão que com certeza preocupa as autoridades é a razão pela qual tantos vêm se voltando para a religião.

Hoje, fala-se muito a respeito de uma “crise espiritual” na China. A frase foi usada até pelo premiê Wen Jiao Bao.

Os mais velhos puderam acompanhar de perto como uma sociedade regida por dogmas marxistas e leninistas se transformou em um modelo dos mais viscerais do capitalismo selvagem.

Para os jovens que lutam para enriquecer, a confiança nas instituições e a confiança entre indivíduos e entre diferentes gerações está sendo erodida.

Um dos mais importantes filósofos da religião no país, o professor He Guanghu, da Universidade Renmin, em Pequim, disse que para essas pessoas, o culto aos bens materiais tornou-se o único propósito de suas vidas.

“Acho muito natural que muitas outras pessoas não se satisfaçam (…) e saiam em busca de algum significado para suas vidas”, disse He Guanghu.

“Por isso, quando o cristianismo entra em suas vidas, elas o agarram com força”.


NOTICIÁRIO EVANGÉLICO no Twitter Visite, conheça e acompanhe o Buzz da Cultura Evangélica e Coloque-o no seus Favoritos - Esperamos você Visite: Mensagens Bíblicas do Livro de Apocalipse, Notíciário Gospel, Bíblias Eletrônicas Free, Estudos Bíblicos

10+ do Mês no Noticiário Evangélico

Posts Comentados Evangélicos no Mundo Israel Igreja Perseguida evangelização Nacionais Pastores Homossexualismo Evangelho no Mundo Testemunhos Boletim de Ocorrências Evangelismo Islamismo Lançamentos Fim dos Tempos intolerância religiosa contribuição evangélica Fim do Mundo Conflito árabe-israelense Oriente Médio Tempo do Fim muçulmanos Apocalipse Desempenho Evangélico leis apostasia Notícias de Israel Islã Fim dos Dias Eventos anticristo homofobia UniãoNet Bancada Evangelica Homofobia X Liberdade de Expressão TRIBUNAIS Política Fim da Igreja Convertidos Conversões Crimes Heresias Tragédias Arrebatamento Ciência Falsas Doutrinas Falsas Religiões Lei Anti-Homofobia sinais dos tempos Arqueologia Ateísmo Filme Grande Tribulação Ciência e Tecnologia Gospel Music Tribulação Direito de Israel ecumenismo Catolicismo PLC 122/06 Acidentes Degradação Moral Restauração de Israel conversão Bíblia X Apostasia Alerta Bíblico Doutrina ICAR IURD Jerusalém Perversão das Leis Casamento Desvarios das Leis Kit Gay Abominações Governo Mundial ONU Terrorismo Discriminação Educação Sexual Gogue e Magogue Ocorrências Polícia Satanismo anticristos Arca de Noé Drogas Política e Religião Seitas Teologia da Prosperidade Comentários Bíblicos Evangelização em Israel Filme Evangélico Livro fé evangélica Bíblia Cartilha Homossexualizante Criacionismo Fanatismo Religioso Sexo Crise Financeira Desvio de Comportamento Ensino Religioso nas Escolas Mídias Homossexualizantes cultura evangélica curiosidades Justiça dos homens X Justiça de Deus Política versus Evangelho SEMANÁRIO EVANGÉLICOS NO MUNDO Sociedade Bíblica do Brasil - SBB Vaticano meditação bíblica 2012 Antisemitismo Doença Espiritual Ferramentas do Evangelho Kit Promiscuidade Liberdade Religiosa Liberdade da Crença Microchips Nova Ordem Mundial Pastortos Pecado Pornografia STF Santificação religiões unidas Alerta Evangélico Direitos Humanos GLS Pedofilia Profecias Maias ecumênico rainha das religiões Ambiente Idolatria Maçonaria Mordaça Gay Novidades da Informatica Terremotos Tribunais de Inquisição Acordo de Paz Arrependimento Bíblia na China Edificação Espiritual Exportando fé GLBT Habeas Corpus Lutero Nova Era ORU Operação do Erro Processo de Paz Protestante Protestantismo Qumran Softwares evangélicos curiosidades bíblicas restauração sentença divina Abaixo Assinado Agentes do Engano Arca da Aliança Arrebatômetro Calendário Judaico Disciplinando os Filhos Divórcio Evangélicos X Carnaval Judeus Messiânicos Ocultismo: Invasão Silenciosa Programa Brasil sem Homofobia Queda Espiritual Símbolos Pagãos Virgindade besta bússola dourada obra de Deus AH1N1 Adoção Anjo Caído Castidade Deísmo Diabo ECA Megaterremoto PNDH3 Pestes Prêmio Nobel da Paz STJ apóstolos
There was an error in this gadget